As células também não são computadores

 

Muitas das crenças sociais influenciam de forma profunda os comportamentos humanos. O nosso comportamento individual. E fazem-nos viver mais em paz ou em stress. Mais felizes ou mais ansiosos.

Também numa comunidade de células, a viver em equilíbrio junto com vírus e bactérias num meio líquido aquoso, instalam-se crenças que vão passando de geração em geração. Por isso algumas doenças permanecem por muito tempo apesar do rápido poder regenerativo dos tecidos e órgãos.

A repetição mental, com emoção, de que tudo está bem e cada vez melhor, tanto na nossa vida pessoal em sociedade como para as nossas células pode ajudar-nos a viver mais felizes e saudáveis.

É um processo lento. São vários dias, semanas ou até meses. Mas vale a pena experimentar.

Esta sugestão resulta de uma nova área de pesquisa científica denominada epigenética sobre a qual todos devíamos aprofundar o nosso conhecimento.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Tu não és um computador

Viciados